Marcar consulta
Otorrinolaringologia

Otorrinolaringologia

A Otorrinolaringologia é uma especialidade médica com características clínicas e cirúrgicas, que se dedica ao diagnóstico e tratamento médico e cirúrgico das doenças do ouvido, do nariz e seios paranasais, faringe, laringe, cabeça e pescoço.

Marcar consulta

Corpo clínico

Otorrinolaringologia
Carlos Nabuco

Dr. Carlos Nabuco

Marcar consulta | Ver perfil

Filipe André Correia

Dr. Filipe André Correia

Marcar consulta | Ver perfil

Perguntas frequentes

Aqui encontra as respostas à perguntam que mais frequentes em consultório na especialidade de Otorrinolaringologia.
  • Tenho "amigdalites" com sensação de aperto na "garganta" e até a minha voz se alterou. O que é isso que não me passa?

    A "garganta" é sede de muitos órgãos com funções diferentes. Verdadeiras amigdalites, principalmente se forem frequentes ou com complicações, devem ser tratadas e principalmente prevenidas em consulta. A laringe, órgão onde estão as cordas vocais, pode ser afetada pelas suas próprias doenças (pólipos, nódulos, etc) como também pode ser afetada pelo mau funcionamento de outros órgãos como o estômago ou os pulmões. Somente com uma avaliação otorrinolaringologia complementada por uma técnica, a laringoscopia, é possível fazer uma avaliação completa da "garganta".

  • Quando vou precisar de um aparelho auditivo?

    Após os 45-50 anos, o ouvido humano começa a degenerar-se progressivamente e em carácter irreversível. A única forma de corrigir esse tipo de surdez, que acontece predominantemente nos idosos, é com um aparelho auditivo. Contudo, existem muitas outras causas de surdez que podem ser muito simples de solucionar (como a remoção de cerúmen do ouvido por exemplo) até causas mais complexas que eventualmente podem necessitar de cirurgia para a sua correção. Apenas uma avaliação médica adequada pode estabelecer um diagnóstico correto e um plano de tratamento adequado.

  • O meu filho ressona ao dormir. Isso é normal?

    O ressonar significa que há obstrução da via respiratória durante o sono. Nas crianças o ressonar e a má qualidade do sono estão associadas a um menor rendimento escolar, atraso de desenvolvimento, otites, amigdalites e, inclusive, surdez. É uma condição que necessita de avaliação imediata pelo otorrinolaringologista e tratamento para evitar complicações no futuro.